Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Casual Friday

por Alda Telles, em 03.04.20

guinness-luke-oreilly.png

 

E porque hoje é sexta (apesar de todos os dias agora me parecerem sexta-feira), deixo aqui uma nota mais ligeira.

Um excelente exercício de criatividade de um designer irlandês, Luke O’Reilly, para a marca Guiness. Note-se que a marca é alheia a esta criação, que foi desenvolvida no âmbito duma plataforma "One minute briefs", conforme se explica neste artigo da Marketeer.

Bom fim de semana. Em casa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:20

Comunicação em tempos de Covid #4

por Alda Telles, em 27.03.20
Partilho aqui este paper da Ipsos, com reflexões interessantes sobre o novo comportamento do consumidor face à crise e a forma como as marcas se podem posicionar neste contexto.
A mensagem principal é esta: "Numa era em que muitos consumidores estão cada vez mais
atentos às marcas, em vez das tradicionais instituições, como promotoras do progresso social e do bem-estar, a presente crise poderá acelerar esta tendência se as marcas mostrarem estar à altura da ocasião."

capa ipsos.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52

Comunicação em tempos de Covid #3

por Alda Telles, em 27.03.20

Nesta crise, muitas marcas estão a tentar manter-se relevantes e inspiradoras para os seus clientes. E fazem-no essencialmente de duas formas: com acções de responsabilidade social e com peças criativas que passam informação útil ou sublimam a vida em casa.

A primeira razão para querermos, nesta altura, que uma marca comunique connosco é sentirmos que ela está a participar no esforço colectivo. Aceitamos também conteúdos "quentes", relacionados com a situação em que vivemos, como conselhos, informação útil, posts inspiradores nas redes sociais, que são o melhor local para manter a proximidade com os consumidores.

Mas é fundamental que as acções e as mensagens sejam perfeitamente compatíveis com aquilo que as empresas fazem. Ligações forçadas serão rejeitadas.

Recolhi algumas acções de responsabilidade social de empresas em Portugal.

O Grupo Nabeiro produz  agora, na sua fábrica de fardas de trabalho, máscaras que são distribuídas pelos hospitais.

mascaras nabeiro.jpg

A Galp pôs à disposição da DGS os mupis que tinha comprado para uma campanha comercial.

joana garoupa.JPG

No campo da publicidade, destaco o filme produzido pela Dove e pela equipa de brand entertainment da SIC. Um conteúdo adaptado ao momento e pertinente para a oferta da marca.

E ainda o filme da Ikea, mais uma vez pertinente e coerente com a marca.

Quem quiser partilhar outras iniciativas das marcas e das empresas, é bem-vind@.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

Quanto vale um Audi?

por Alda Telles, em 24.03.14

 

Os vencedores da factura da  sorte vão ganhar um Audi A4, um modelo "premium" da marca alemã, com um valor comercial de 35 mil euros. Haverá ainda sorteios especiais do modelo A6.

 

Isto é bom para a marca? Em termos de vendas, são apenas cerca de dois milhões de euros. Não é muito, mas é dinheiro. 

 

E em termos da imagem da marca? 

 

Audi é uma marca automóvel tipicamente aspiracional. Ter um Audi ou um BMW é sinal de sucesso, e define também um posicionamento profissional que atribui estas marcas às frotas das empresas para os seus executivos.

 

Um tweet esta tarde do @diniscosta chamou-me a atenção: "acho q a Audi não está bem a ver o filme: "que tal este A6, vizinho?"- "porreiro. saiu-lhe no omo, foi?"

 

Ao atribuir-se um Audi por sorteio, por ser uma marca aspiracional, o carro perde simultaneamente e aparentemente paradoxalmente parte do seu carácter aspiracional. Qualquer um (leia-se qualquer zé-ninguém) pode ter um carro igual.

 

Subliminarmente, a marca perde valor.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18

Assisti recentemente a uma palestra, organizada pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas sobre Marketing Turístico e Marketing de Luxo.A brilhante dissertação da oradora convidada, Professora Rubens Freire do ISC – School of Management de Paris, referiu, entre vários aspectos do Hospitality Marketing, a importância de escolher as “amenities” adequadas ao posicionamento do produto turístico de luxo.Foi gratificante ouvir que Portugal está atento e na vanguarda neste segmento, fornecendo hotéis de luxo nos quatro cantos do mundo com produtos “Made in Portugal”. Claus, Abyss & Habidecor e Leitão & Irmão foram algumas das marcas referidas como as melhores a nível mundial.Portugal tem assim no Turismo uma fileira de desenvolvimento, não só em termos de oferta nacional e incoming, mas também em termos de internacionalização de bens e serviços, capitalizando o know-how em sectores complementares. E, claro, torna-se evidente a importância de construir marcas fortes para o maior sucesso dessa internacionalização.Sobre os ensinamentos em Marketing de Luxo, voltarei a eles num próximo post.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:17

Mensagens


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



subscrever feeds



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.